4 sucos que fortalecem o sistema imunológico

Comunicação Social da FUNCEF

Fortalecer o sistema imunológico é o primeiro passo para evitar gripes e resfriados. Aprenda então a 4 sucos que, assim como o de laranja, são ricos em vitamina C e fortalecem a imunidade

 

 

sucos-para-emagrecer

 

 

Quem não gosta de variedade? Não só de roupas e cosméticos. Bom mesmo é ter opções de pratos bacanas, petiscos saudáveis… Mas, para beber, todo mundo sempre apela ao bom e velho suco de laranja. Assim, você não está apenas deixando de lado sabores incríveis, mas também opções menos calóricas – cada copo de 250 ml de suco de laranja tem 120 calorias.

  » Continuar lendo

Acredite, é possível administrar o tempo no cotidiano de trabalho

Comunicação Social da FUNCEF

O dia não precisa ter 27 horas para que você consiga fazer tudo o que precisa. Reunimos algumas dicas que vão te ajudar a ser mais produtivo e administrar melhor o seu tempo.

Quantas vezes você já parou para pensar em como administrar seu tempo entre trabalho, vida pessoal e família? Seus dedos não foram suficientes para contar, certo? Isso é natural e você sabe disso. Milhares de pessoas buscam diariamente alternativas e maneiras de conciliar todas as responsabilidades dentro do horário estipulado a elas. Mas, com as dicas de Marc Mancini, no livro Como administrar seu tempo – Coleção Desenvolvimento Profissional, Você S/A, você poderá resolver de uma só vez essa “eterna” questão. » Continuar lendo

Páscoa pode ser saudável com chocolate

Comunicação Social da FUNCEF

Nutricionista do programa “Meu Prato Saudável” destaca que o alimento pode trazer benefícios à saúde

 

 

cho

 

 

Açúcar, gordura e lactose. É o que vem à cabeça de muitas pessoas quando se fala em chocolate. Mas a nutricionista Lara Natacci, do programa Meu Prato Saudável, parceria do Instituto do Coração (InCor) e do Hospital das Clínicas da FMUSP com a LatinMed Editora em Saúde, faz uma defesa do “alimento proibido”.

 

  » Continuar lendo

Comportamento no ambiente de trabalho

Comunicação Social da FUNCEF

naughty-boss-600x415

Tenha discrição, ética, não faça comentários sobre assuntos restritos ao ambiente corporativo. 

 

 

Manter o espírito de coleguismo e agir com ética e transparência são modelos de comportamento que toda corporação espera de seus funcionários. Mas, partindo do princípio que cada pessoa é um ser único e individual e que, portanto, reage de forma única e individual em situações semelhantes, no ambiente de trabalho convivem pessoas com perfis diversos e diferentes déficits de comportamento a serem trabalhados.

 

 

Destacamos, portanto, algumas regras básicas de comportamento no ambiente de trabalho, as quais certamente lhes serão úteis ou para serem aplicadas no seu dia a dia ou mesmo para confirmar que você está andando no caminho certo:

  » Continuar lendo

FUNCEF no Youtube

Comunicação Social da FUNCEF

FUNCEF NO YOUTUBE

 

 

Reformulação no canal traz novo visual e mais interatividade

 

 

O espaço reservado à Fundação no site de vídeos mais acessado no mundo – o Youtube – passou por renovação em seu leiaute. O Canal da FUNCEF está mais interativo, com novo visual e organização dos vídeos por tema, permitindo melhor navegação. O objetivo dessa mudança é dar mais visibilidade a assuntos relacionados ao seu Fundo de Pensão e ao segmento de previdência complementar.

 

 

O canal está dividido em seis seções: “Fala Participante”, em que são reunidos os vídeos que tratam as dúvidas dos empregados da ativa, aposentados e pensionistas; “Conheça a FUNCEF”, na qual estão disponíveis filmes que mostram como é o funcionamento da Entidade; e os espaços “Entrevistas”, “Educação Financeira e Previdenciária” e “Pró-Equidade de Gênero e Raça” que trazem informações relevantes, como planejamento para aposentadoria, finanças pessoais e temas referentes ao respeito à diversidade. A seção “Eventos” mostra a atuação da Fundação em atividades relacionadas aos integrantes da Fundação.

 

 

Inscreva-se

 

 

Novos vídeos serão inseridos no ambiente FUNCEF periodicamente e estarão disponíveis para acesso livre por meio do link www.youtube.com/FUNCEF1977. Para saber das atualizações do canal por e-mail, basta clicar em “Inscrever-se”, no topo da página e fazer o login no YouTube (com o endereço e senha do Gmail. Para aqueles que não têm acesso ao Gmail será necessário criar uma conta).

Vai pagar como? Veja hora certa de usar crédito, débito, cheque ou dinheiro

Comunicação Social da FUNCEF

160-dinheiro-consumo_630x247

 

 

Todo início de mês é assim: o salário “cai” na conta e, pelo menos por alguns dias, fica aquela sensação de que o dinheiro nunca vai acabar. Mas aí surgem as contas, os gastos da casa e quando menos se espera, está todo mundo ansioso pela chegada do próximo dia 1°.

 

 

Pode parecer brincadeira, mas e se a gente dissesse para você que é possível economizar, gastando? O truque é saber o que tirar da carteira de acordo com o tipo de despesa: cartão de crédito, débito, cheque ou dinheiro em espécie. Qual é a melhor opção? Conversamos com um especialista em finanças pessoais e reunimos as dicas abaixo.

  » Continuar lendo

Mais da metade dos idosos tem falta de vitamina D, diz pesquisa

Comunicação Social da FUNCEF

idosos_praia

 

 

Mais de 50% dos idosos brasileiros têm falta de vitamina D, concluiu uma pesquisa do Delboni Medicina Diagnóstica. A análise usou como amostra os 2.735 exames feitos entre os dias 20 de junho e dez de setembro de 2012, com pacientes acima de 60 anos. A pesquisa detectou que 53,6% das mulheres e 53,4% dos homens têm necessidade de reposição desta vitamina.

 
De acordo com a responsável pela pesquisa, a endocrinologista Myrna Campagnoli, os valores de referência usados em exames de vitamina D são:

 
-deficiência para menos de 20 ng/mL

 
-insuficiência para 20 a 30 ng/mL

 
-normal ou suficiência para 30 a 100 ng/mL

 

-hipervitaminose (excesso) para acima de 100 ng/mL

 

 

Entre as pacientes, 24% apresentou deficiência, 30,3% insuficiência, 44,8% suficiência e 0,6% hipervitaminose. Já no público masculino, 21,4% apresentou deficiência, 32% insuficiência, 46,3% suficiência e 0,3% hipervitaminose. A especialista afirma que os idosos que apresentam falta de vitamina devem iniciar um tratamento com reposição da vitamina por meio de remédios, além de incluir pelo menos 15 minutos de banho de sol na rotina diária.

 

 

Segundo a especialista, a vitamina D, por meio das ações no intestino, rim, osso e glândulas paratiroides, é um hormônio fundamental para o desenvolvimento de um esqueleto saudável. Ela é formada na pele pela ação dos raios solares ou obtida por meio de alimentos como leite e derivados, óleo de fígado de bacalhau, peixes e camarões. A deficiência de vitamina D, que é bastante comum em idosos, tem sido relacionada a um aumento da incidência de quedas, diminuição da força muscular e deterioração do equilíbrio, devido a uma oscilação do corpo na postura ereta. “As pesquisas têm indicado que a suplementação associada de cálcio e vitamina D em idosos deficientes contribui para melhorar aspectos da função neuromuscular”, diz.

 

 

A eficiência de vitamina D é considerada um dos principais determinantes da osteoporose senil. “Estudos também têm mostrado uma relação entre o diabetes e a falta de vitamina D”, afirma Myrna.

 

 

Saiba mais

 

 

Fonte: Portal época

Conheça 7 alimentos ricos em vitamina D

Comunicação Social da FUNCEF

 Embora muita gente já saiba que o corpo produz vitamina D quando exposto ao sol, existem outras maneiras de obter o nutriente. Alguns alimentos oferecem a vitamina D em abundância e o jornal Huffington Post reuniu algumas dicas para incorporá-los à sua dieta. A publicação indica que a maior parte da vitamina D que consumimos vem de alimentos fortificados, como o suco de laranja, o leite e os cereais. Essa vitamina aumenta a absorção do cálcio, além de melhorar a saúde da pele e agir no combate à depressão.

 

 

Algumas pessoas optam por ingerir este nutriente em cápsulas, para alcançar a recomendação diária, que é de 600 International Units (IUs) para adultos. No entanto, existem muitas fontes naturais e, incluindo um pouco a cada dia, você pode trazer muitos benefícios para o corpo. Confira alguns exemplos:

 

 

Salmão

 

 

fonte-vitamina-d-salmao 

 

 Existe um número grande de alimentos marinhos com altas doses de vitamina D. O salmão está no topo da lista. Aproximadamente 100g do alimento enlatado oferecem 650 IUs, mais do que você precisa para um dia.

 

Foto: Getty Images

 

 

Atum enlatado

 

 

fonte-vitamina-d-atum-enlatado

 

 

Cerca de 100g de atum enlatado e conservado em água fornece 154 IUs, quase um terço do que pede a recomendação diária. O atum conservado em óleo contém ainda mais vitamina D, no entanto, é mais gorduroso.

 

Foto: Getty Images

 

 

Sardinha

 

 

fonte-vitamina-d-sardinha

 

 

Outro alimento enlatado que pode ser uma opção para uma dieta mais rica em vitamina D é a sardinha. Duas latas destes pequenos peixes oferecem 46 IUs, que representam cerca de 13% do valor recomendado diariamente.

 

Foto: Getty Images

 

 

Gema de ovo

 

 

fonte-vitamina-d-gema-de-ovo

 

 

Uma gema grande de ovo contém 37 IUs de vitamina D. Além disso, ovos são boas fontes de proteína e, apesar de serem associados ao colesterol, não estão ligados ao aumento de risco de problemas cardíacos.

 

Foto: Getty Images

 

 

Queijos

 

 

fonte-vitamina-d-queijo-suico

 

 

Uma fatia de queijo suíço contém cerca de 6 IUs, é menos processada e contém menos sódio do que o queijo americano. Um copo de ricota oferece 25 IUs, mas deve ser consumida com moderação, pois também possui gordura.

 

Foto: Getty Images

 

 

Bife de fígado

 

 

fonte-vitamina-d-bife-de-figado

 

 

Cerca de 100g de bife de fígado pode prover 42 IUs de vitamina D, além de ser uma ótima fonte de ferro.

 

Foto: Getty Images

 

 

Cogumelos

 

 

fonte-vitamina-d-cogumelo

 

 

Alguns tipos de funghi, quando mais expostos à luz solar, podem conter níveis benéficos de vitamina D. Dê preferência às marcas que priorizam este tipo de cultivo.

 

Foto: Getty Images

 

 

Fonte: Terra

6 opções para cultivar o hábito da leitura

Comunicação Social da FUNCEF

Descubra as diversas alternativas ao livro para manter o costume de ler

 

 

homem-lendo-livro 

 

Nada como um bom livro para relaxar, aprender e, de quebra, manter o cérebro funcionando a todo vapor. O hábito da leitura permite que o ser humano desenvolva uma série de habilidades, melhorando a capacidade de interpretação e adquirindo conhecimento. Ou seja, quanto mais se lê, mais se aprende.

 

 

Porém, nos dias de hoje, manter o livro como parte da rotina torna-se cada vez mais difícil. Como a maioria das pessoas trabalha longe de suas casas e muito tempo é gasto para ir e vir, as horas de descanso se tornam mais raras e quando finalmente temos tempo para a leitura, ele tende a ser ocupado por um cochilo ou pela resolução de um problema qualquer.

 

 

Como, então, manter a leitura em dia? Há diversos formatos de texto que podem ajudar nessa tarefa tão importante quanto prazerosa.

 

 

Revistas

 

 

Mais leves que os livros, as revistas podem ser facilmente transportadas para onde você for. Sejam de atualidades, esportes, celebridades ou conteúdo técnico e científico, o importante é treinar o cérebro. Sendo assim, as revistas são boas alternativas para não deixar a leitura de lado.

 

 

E-books

 

 

Embora não substituam por completo a sensação boa de folhear um livro de verdade, os e-books – ou livros eletrônicos – são uma boa opção para quem considera o papel impresso pouco prático ou só tem tempo nos intervalos das tarefas diárias. Eles podem ser comprados ou baixados pela internet e ficam disponíveis através de computadores, notebooks, tablets e até celulares.

 

 

Quadrinhos

 

 

Ao contrário do que se pensa, as histórias em quadrinhos não são apenas destinadas às crianças. Muitas têm um conteúdo voltado ao público adulto. Além de divertidas, também podem ser transportadas com facilidade. Há publicações em qualquer banca de jornal, além da possibilidade de encontrá-las também na internet, em páginas dedicadas a manter essa tradição.

 

 

Sites de notícias

 

 

Para quem não abre mão de se manter informado a respeito do que acontece no mundo, os sites de notícias são os mais indicados. Seu conteúdo normalmente é exposto de forma simples e direta, facilitando a compreensão e a localização dos assuntos de interesse do leitor.

 

 

Jornal impresso

 

 

Pai dos sites de notícias, o jornal impresso pode ser adquirido nas bancas, por meio de uma assinatura mensal ou mesmo diretamente com os vendedores ambulantes. Essa forma de informação costuma ser bastante completa, abrangendo todos os tipos de notícia e, até mesmo, trazendo colunas com conteúdo mais literário, como crônicas e contos.

 

 

Blogs

 

 

A principal contribuição da internet para quem aprecia uma boa leitura são os blogs pessoais. Estes já revelaram diversos novos escritores e são bastante dinâmicos, permitindo uma interação entre o autor e o público. Basta encontrar aqueles espaços com os quais você mais se identifica e passar a acompanhar sua atualização.

 

 

Embora todas essas maneiras sejam bastante práticas e contribuam fortemente para a manutenção do hábito da leitura, os livros ainda são o “suporte” preferido da maioria dos aficionados por literatura. Se você não cultiva esse hábito, experimente começar: a melhoria nas suas habilidades de leitura, escrita e mesmo fala serão facilmente percebidas e, sem dúvida, em pouco tempo você não conseguirá mais deixar de ler por um só dia.

 

 

Fonte: Dicasdemulher

 

Por Carolina Werneck com adaptações

Descontos exclusivos para participantes da Fundação

Comunicação Social da FUNCEF

Convênio entre FUNCEF e Ediouro oferece preços mais baratos na assinatura de revistas da Editora

 

 

Desde 2011 a FUNCEF tem parceria com a Editora Ediouro para oferecer aos participantes ativos, aposentados e pensionistas da Fundação condições especiais e diferenciadas na compra, pela internet, de revistas e demais publicações da editora.

 

 

Os descontos variam de, no mínimo, 20% para a assinatura das revistas Coquetel e 30% na assinatura das revistas Duetto. Dentre as publicações da Ediouro com desconto exclusivo para os participantes da FUNCEF estão às revistas História Viva, Scientific American Brasil, Mente e Cérebro e Cabelo & Cia. E das revistas Coquetel, marca voltada exclusivamente para a publicação de passatempos, o catálogo é extenso com Palavras cruzadas, Criptograma, Caça-Palavra, Jogo dos Erros, entre outros.

 

 

O contrato é de parceria, por isso não gera custos para a Fundação. Segundo a diretora de Web e Assinaturas da Editora Ediouro, Mariana Monné, o convênio visa promover a leitura e divulgação da cultura por um preço acessível. “O participante ativo, aposentado ou pensionista da Fundação poderá adquirir revistas e publicações de qualidade com descontos exclusivos”, afirma.

 

 

Além dos descontos, o custo de frete/entrega já está incluído no preço da assinatura e não existe limite de compra de produtos.

 

 

Como assinar:

 

 

Para assinar as publicações da Ediouro basta acessar o site www.conveniofuncefediouro.com.br, escolher qual revista deseja assinar e seguir os passos indicados no site até finalizar a assinatura. O endereço de entrega é o informado pelo associado no cadastro da assinatura e não necessariamente o endereço cadastrado na FUNCEF.

 

 

 

Serviço:

 

 

Para mais informações sobre a parceria e os procedimentos necessários, entre em contato com os telefones:

 

 

São Paulo (11) 3512-9414 / (11) 2713-8151 | Rio de Janeiro (21) 4062-7551

 

 

Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira das 08h às 20h e aos sábados das 09h às 15h, exceto feriado.

 

 

Comunicação Social da FUNCEF

«««

5  .  6  .  7  .  8  .  9

»»»